segunda-feira, 28 de setembro de 2015

quarta-feira, 30 de abril de 2014

Projeto Dengue



Na semana passada, os 7os anos realizaram um projeto sobre a dengue com atividades na Escola e, também, uma ação social em Sousas, no bairro Nova Sousas. Para entender melhor o contexto e a abrangência desse projeto, é importante relembrá-lo por etapas:
- A Secretaria de Saúde, através de carta, solicitou à Escola que ajudasse na conscientização da comunidade para a prevenção à dengue.
- Diante de tal solicitação, os professores de Ciências elaboraram um projeto e convidaram os responsáveis da Saúde para uma reunião, a fim de discutir a viabilidade do trabalho. Essa aproximação das duas instituições aconteceu e o projeto teve sequência a partir da anuência e apoio da Secretaria de Saúde.
- O projeto foi planejado para ter uma ação efetiva de informação e atuação frente ao grave problema de saúde pública que a nossa cidade está vivendo, contribuindo para a diminuição dos criadouros do mosquito Aedes aegypti
- Para a realização do projeto, além do encabeçamento feito pela disciplina de ciências, contamos também com a adesão dos demais professores:
- Artes Visuais e Português – na elaboração de logo e slogan da ação social com os alunos dos 7os anos. A partir das orientações das professoras, os alunos criaram o logo. Depois, foi realizada uma votação para a escolha daquele que seria impresso em forma de adesivo a ser colado nas camisetas dos participantes da ação social.
- Geografia – apoio no estudo do mapa do bairro a ser realizada a ação social.
- Orientação Educacional – na preparação dos alunos para a abordagem das residências e famílias durante a ação social.
- Demais disciplinas – cedendo o espaço das suas aulas para a realização dos módulos de preparação durante o período da manhã do dia 24/4.
No dia 24/4 (5ª feira), os alunos do 7º ano tiveram uma manhã de trabalho nesse projeto, dividida em quatro módulos:
- Módulo 1: Ciclo de vida do mosquito - atividade teórico-prática no laboratório da escola com observação e registros dos estágios do ciclo de vida do mosquito. Contamos com material (maquete, amostras de larvas e pupas do mosquito) e pessoal da Prefeitura na realização dessa atividade.
- Módulo 2: Aspectos gerais sobre a Dengue e Ação social  - discussão das principais questões relacionadas à doença com a utilização do DVD educativo produzido pela Fiocruz. Proposta de ação social a partir do Projeto: 10 minutos (explicação da tabela de monitoramento de criadouros).
- Módulo 3: Treinamento, na área da Escola, de observação dos principais pontos de possíveis criadouros do mosquito, preparando os alunos para a ação social de vistoria e orientação aos moradores do bairro a ser visitado.
- Módulo 4: Orientações gerais para a visita às residências, como interagir com os moradores. Os alunos foram orientados por um agente da prefeitura sobre a abordagem a ser realizada, como orientar sem ser invasivo (respeitar o espaço de cada morador), saber lidar com a recusa de moradores à entrada nas residências, etc.
No dia 26/4 (sábado), às 9h, nos reunimos em frente à empresa Merk Sharp, em Nova Sousas:
­ -contamos com o apoio de alguns pais que toparam participar da ação social com os filhos, acompanhando os grupos de trabalho na visita às residências.
­ -contamos com a participação de monitores da ONG Trilha Verde no apoio aos deslocamentos pelo bairro, cuidando da segurança no trânsito e na comunicação entre os grupos.
­ -tivemos a participação de 5 agentes da prefeitura e 5 professores da Escola na organização e condução dos trabalhos.
­ -os grupos, compostos por alunos, pais, professores e agentes de saúde, foram divididos nas quadras do bairro e começaram a visita às residências.
Este relato é importante para entender o contexto deste projeto e seus desdobramentos. Tratar de um assunto de tamanha importância como a prevenção à dengue exige de fato muita informação e preparo, pois o que está ao nosso alcance como cidadãos é combater a proliferação do mosquito nas residências. Isso exige iniciativa, compromisso, disciplina e responsabilidade com um problema que é de todos. Nesse sentido, o programa da Fiocruz (10 minutos), escolhido pelos professores para a ação social, é muito didático e fácil de ser realizado, pois exige apenas dez minutos semanais dos moradores na inspeção dos possíveis criadouros do mosquito nas residências. A constância da realização do programa, semanalmente, garante a interrupção do ciclo de vida do mosquito evitando a sua proliferação.
Foi uma manhã muito importante de contato com a realidade, quando os alunos puderam responder as dúvidas dos moradores (alguns têm dúvida de como se transmite a dengue), de localizar criadouros e coletar larvas do mosquito e, principalmente, constatar que não temos outro caminho senão a informação e a conscientização das pessoas para a prevenção à dengue.
Queremos parabenizar os alunos e os professores pela iniciativa desse projeto piloto que, com certeza, já multiplicou seu aprendizado. Queremos agradecer:
-aos pais pelo apoio e pela participação na ação social
-à Prefeitura de Campinas, por meio da Secretaria de Saúde Leste, pelo apoio total ao projeto e disponibilização de pessoal (agentes) para o trabalho tanto na ECC quanto na ação social no bairro Nova Sousas.
-à ONG Trilha Verde pela monitoria de apoio durante a ação social, garantindo a segurança e a comunicação.
Marcos Roberto Marcio
Coordenação do Ens. Fundamental 2

quarta-feira, 23 de abril de 2014

7os anos - Cultural Exchange Project

INGLÊS E ARTES VISUAIS – 7ºS ANOS
Profs. de Inglês: Luciene, Marillyn, Caroline
Prof. de Artes: Magaly

Projeto de parceria com escolas de outros países que tem como foco a troca de informações e experiências, através de cartas, emails, objetos e fotos, visando ampliar o conhecimento de outras culturas, promover o respeito às diferenças e utilizar o idioma em situações reais de comunicação.

As professoras de Inglês e Artes Visuais se tornaram parceiras neste projeto. Nas aulas de Artes, os alunos trabalharam com a Arte Postal enfocando a correspondência com valor artístico.
A Arte Postal se caracteriza por ser um meio de expressão livre, no qual envelopes, selos ou carimbos são alguns dos suportes em que é possível a expressão da sensibilidade.

Os alunos foram motivados a criar postais com elementos que representassem o Brasil. O resultado foi expresso através de várias técnicas como colagens, fotografia, escrita e pintura, marcando um estilo próprio e fazendo notar a sua nacionalidade.


quinta-feira, 23 de agosto de 2012

Convite - Exposição de desenhos - 7os anos

"Paisagens do interior do Brasil "
- São Paulo e Mato Grosso do Sul
Dias: 23, 24 e 27 de agosto
Local: Galpão da Aministração